FRANGUINHO NO TELEFONE

599322_403731823019675_1234279721_n.jpg
_Alô! (mudo) Pois não! (depois de um tempo).

_Oi, você é massagista? (nem ouve o que respondo) Hum... Você... Como você é? Você está sem roupa agora?

_Eu...! (não consigo responder).

_Você faz programa também? Qual o seu nome de guerra? (Nome de guerra, tem a sua mãe, seu idiota!) Quantas meninas tem aí? Você dá “beijo grego” também? (Nossa! Quem ouve pensa que ele sabe do que está falando... Pensei!) Quando o galinheiro todo ouve isso, pois nunca fazem essa ligação, sem ter uma “platéia de frangos” por perto, fico sempre a imaginar a cena, do outro lado: _Nossa, meu! Esse é o cara! Sabe “tudo”! Meu amigão! Bem, quando consigo responder, pelo menos, que aqui não tem ”meninas”, ele fala todo entusiasmado: _Poxa! Você deve ser fogo em uma cama! Dá conta sozinha? Sou bem novinho! Gosta de garotão? Eu sou fogo! Tenho 25 aninhos... (É, garotão, e a cabeça cheia de “titica”!)

Nem tento responder mais e, ele continua:

_ Será que vai dar conta dos 20 cm?

O duro, é que ele fala como se fosse o único, a ter 20 cm de pica! E por aí, vai! Todo santo dia tem um “franguinho”, querendo ciscar no meu terreiro. Tenho anotado os telefones de todos eles, pelo menos uns 10 e, mais da metade, já me liga a mais de quatro anos e, nada muda em suas perguntas e indagações. Fico aqui pensando, que a “quirera” que lhes foi dada, era de má qualidade! Estacionaram! Tenho uma amiga de Porto Alegre que, apesar de não conhecê-la pessoalmente, mas ter tido ótimas referências como pessoa e profissional, admiro a maneira como trabalha e leva a sua vida. Usa um pseudônimo, pelo sigilo, que a sua verdadeira profissão requer: “Fada Safada”, com um blog sensacional! Para se ter uma idéia, da sua performance, olha o que ela escreveu, com relação a esses “franguinhos”, que não nos dão sossego: “Quando ouvi aquele jeitinho de falar, lembrei a voz do safado. Este menino tem me ligado há três anos, eu disse, três anos! E nunca apareceu! Contenta-se em ficar ligando e perguntando, incansavelmente, sobre como eu sou e o que eu faço de especial. Faz um ano que não liga, porque eu o mandei pastar, mas eu tenho uma memória que dá até medo. Este menino consultou um site de cafetinagem e, soube do blog por lá (onde algum cafetão não pago, digo, não atendido, fez comentários sobre o meu atendimento). Este coitado é funcionário público de uma secretaria, aqui na cidade e, é de lá que liga pra me amolar. Tem pouco mais de trinta anos, é fofinho e está louco pra me dar o cu (sic o próprio), só que não encontra coragem, pra marcar logo, o atendimento. Disse que pegou meu telefone pelo blog. Ora, eu não publico meu telefone no blog, mas o tonto nem percebeu a mancada. _Ah, filhinho, vai achar outra pra encher, vai! Liguei pra tal secretaria e, denunciei o filho da égua. Este não me chateia mais! Vinha sempre com a mesma conversa: _Tu és grandona mesmo? Bem forte? Ah, tá, é que eu... Bem, eu tenho uma fantasia... (Ai, Jesus, lá vem bomba!) _Eu sou pequeno e magrinho e... Eu... hum... Tenho o desejo de ser carregado no colo. Tu fazes isso? Já fez? Fiquei imaginando a cena: neste calorão, eu suando e carregando nas costas um barbado desconhecido, com fantasias de bebê. Imaginei a triste e ridícula cena, de ter que me sujeitar a carregar nos braços este infeliz e fiquei até com pena (de mim). Tem coisas que o dinheiro não paga! (Nossa! E não paga mesmo!)

_Eu não sou acostumada a carregar peso... (expliquei) Posso tentar e, não ter forças pra te manter nos braços, daí tu vais ficar frustrado. Eu não quero te frustrar. (Desiludi-o, delicadamente!)

***Outro franguinho...

_Oi, eu estarei em Porto Alegre para o Natal, chego ai no sábado. E eu tenho uma fantasia...

(Ai, Senhor, me leve!)

_Sabe o que é? É que eu tenho desejo de ver uma mulher masturbar o meu cachorro e, a mim ao mesmo tempo...

_Tu vais trazer o cachorrinho? (risos abafados).

_ Sim, ele vai comigo!

_Bem, eu não estou habituada a cães (menti) e eu tenho medo (menti de novo). Que tu achas de me deixar te chupar, enquanto TU masturbas o teu cachorro?

_ Ah, legal! (?), eu faço isso sim!

Graças a Deus, estes fraquinhos não voltaram a ligar mais.

_Sorte a sua, amiga! Não piramos na batatinha, por sermos teimosas! Um dos motivos, de eu não gostar de atender, menor de idade (menos de 35), desde o início da minha jornada, é exatamente por isso! Dou preferência aos galos de crista vermelha e dura, a um pinto, metido a frango, que só cisca. O que não quer dizer que não tenho clientes mais novos, mas provaram serem adultos!

Featured Posts
Recent Posts
Archive
Search By Tags
Follow Us
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square